domingo, 7 de setembro de 2008

Feira de Cultura - Humilhação?

Galera na UFMG



Galera na ONG


Esse mês foi a Feira de Cultura da escola em que trabalho. Eu como madrinha do 3º ano, resolvi fazer um trabalho de Campo com os meus alunos. O assunto sorteado foi Sistema de Cotas para negros em Universidades Públicas. Fomos até a UFMG e entrevistamos alguns universitários. Foi super bacana ver a união dos alunos... Foi incrível, na verdade. Depois fomos fazer outras entrevistas em uma ONG de Venda Nova. É incrível a diferença de conhecimento nesses dois ambientes visitados, mas não é isso que eu quero abordar aqui. Vou contar as NOSSAS dificuldades. Realmente, existem pessoas ruins nessa vida. Principalmente dentro das escolas. Alguns professores são tão grossos que não deveriam lecionar e, sim, deveriam viver trancados bem longe do convívio SOCIAL . Uma certa professora, vendo que o nosso trabalho estava dando certo, que estávamos trabalhando em equipe, cada aluno com a sua função, tudo bem organizado, sem respeito por ninguém, entrou na sala e expulsou os alunos, como se fossem animais sarnentos e, logicamente me expulsou. Será que a fulana não sabe que eu tenho os mesmos direitos do que ela? Sou concursada e não admito ser tratada sem ética por outro professor. Só que ela não conseguiu nos humilhar. Pelo contrário, montamos nosso QG em outra sala. De repente, alguns alunos desapareceram... Eu não vi, mas ouvi. Fiquei sabendo que na hora que a fulana saiu da sala dos professores, os alunos do 3º ano, viraram as costas para ela e começaram a vaiá-la. Depois, só ouvi meus queridos gritando meu NOME (Patrícia! Patrícia! Patrícia!). Até aí, tudo bem. É claro que a fulana, que se acha dona da escola e odeia ter contato com os alunos, saiu soltando fogo pelas ventas. Acho que ela me critica pelo seguinte fato: EU TRATO MEUS ALUNOS COMO FILHOS, AMIGOS e principalmente, COMO GENTE! Não importa se são pobres, vivem na periferia, se são NEGROS, BRANCOS, PARDOS OU AZUIS! E com essa minha postura, sou tratada muitíssimo bem por eles. MORAL DA HISTÓRIA: a inveja está por todos os cantos. Só que temos que ser fortes e vencer essas pessoas baixas. Não sei se a fulana lerá esse desabafo, mas se um dia o vir, quero que saiba de uma coisa: DESEJO MUITA FELICIDADE A VOCÊ! COM TODA MINHA SINCERIDADE. SEJA FELIZ. Apenas uma coisa: me ERRAAAAAAAAAA! hahaha. Aqui se faz, aqui se PAGA! Como disse a minha mãe!



Detalhe básico: no dia da Feira, as chaves da Biblioteca (local que seria a apresentação do nosso trabalho) sumiram MISTERIOSAMENTE. Se foi sabotagem, o responsável pelo "sumiço???" se deu mal. Meu querido Sr. Luís (ajudante da escola e meu amigo), arrombou a porta. Dessa forma, tudo terminou bem. Lembra daquela musiquinha do He-man??? Pois é! "O Bem vence o Mal... O Bem vence o Mal...."

2 comentários:

onaitsirC disse...

Eu já sabia dessa historia, mas certos fatos citados aqui são novidade pra mim (O.O)
Mas ainda bem q tudo ocorreu bem, apesar do "olho gordo" q tentou d todo jeito estragar tudo.
Viva ao He-man weeeee XD
Bjs Paty
t adoro S2

onaitsirC

LuRussa disse...

Ahhh ! mas vc agiu muito bem !! concordo com seu comportamento perante os alunos.
E com certeza eles reconhecem isso !!
bjosss!
LuRussa
www.garotinharuiva.blogger.com.br

PS.até q enfim consegui comentar aqui !!!!!!tive q fazer uma conta no blogspot...