sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Baco

Meu querido BACO!


Baco - não o deus do vinho - Baco é o meu irmão mais velho. Na verdade, o nome dele é Marcos, mas como eu não conseguia falar direito quando era criança, simplesmente o chamava de Baco.

Quando nasci, ele estava saindo de casa para estudar. Nunca vivemos juntos. Eu sempre ficava feliz quando ele ia para casa nos finais de semana. Ele me dava presentes, me carregava... eu era a "PIU" dele.

Lembro de uma vez, que ele estava em casa, eu com uns 13 anos, e de repente, a campainha tocou. Era uma das alunas de minha mãe. Eu e ele, fizemos mamis passar a maior vergonha, ficamos na sala cantando, falando besteira... Depois rimos demais (Ele comprou meu chapéu horroroso e pagou três vezes mais do que tinha custado - só para me ajudar com grana!).
Aos 14, ele me levou para conhecer Prado- BA. Nadamos no Rio Coca-Cola! Ouvi em um dos banheiros da Barraca 51, um monte de baranga falando que o cara de cabelo comprido era lindo! Eu fazendo xixi, e as mulheres cobiçando o meu irmão! Morria (MORRO) de ciúme dele.

Aos 15, ele me deu uma festinha linda. Um anel de ouro, com uma pedra - não sei qual... minha primeira jóia. Dos 18 aos 22, me ajudou (pra caramba) quando eu estava na universidade. Fiquei muito feliz na minha Formatura (ele me ajudou também). Estavam todos os que eu amo. Meus pais, meu irmão com sua esposa, meu Anderson, a família de Anderson... Foi muito lindo.
Ele sempre me ajudou, mesmo distante de mim. E eu serei sempre grata a esse amor... a essa atenção, a esse cuidado que esse cara especial tem comigo. Ele é meu mano. Meu eterno amor. Meu BACO!
Apelidos que ele me colocou (e coloca até hoje): Piu, Mucama, Lerelerê, Patileti, Patineti, Molho Choru... Coisas de Marcos....................

Um comentário:

Lu_Russa disse...

poxa que legal

eu gostaria de ter irmãos